REGRAS DO HANDEBOL

      Nenhum comentário em REGRAS DO HANDEBOL
A ÁREA DO GOLEIRO
O goleiro de uma equipe pode sair da sua área e jogar como qualquer jogador, desde que não tenha a bola em seu poder no momento da saída da área.

As principais faltas do jogador são:
– Agarrar, empurrar, segurar o adversário, Socar a bola para desviá-la do adversário, Invadir a área do goleiro, Usar os pés para apossar-se da bola ou defender-se, Ficar com a bola nas mãos por mais de três segundos, Dar mais de três passos sem bater ou passar a bola.
A área de goleiro é violada sempre que um jogador (adversário ou não):
– Invade-a propositadamente, Pisa ou cai sobre a linha de área de goleiro com qualquer parte do corpo, e se beneficia desta ação.
Então, se durante o jogo a bola chegar até a área de goleiro, poderá ser devolvida ao campo somente pelo goleiro. É proibido a qualquer outro jogador tocar na bola que ali se encontrar, parada ou rolando ou mesmo com o próprio goleiro.
TIRO LATERAL
A bola será reposta em jogo por um jogador que, colocado com um pé sobre a linha lateral, arremessa-a para outro companheiro. No handebol, para cobrar qualquer penalidade o jogador não pode tirar o pé de apoio do chão.
TIRO LIVRE
Se um jogador, de posse da bola, é agarrado quando tenta infiltrar-se entre seus adversários, o árbitro marcar a infração e determina o tiro livre.
Na cobrança do tiro livre os jogadores da defesa devem estar a uma distância igual ou superior a três metros em relação ao atacante com a bola. O tiro livre é cobrado da linha de tiro (linha tracejada) livre quando a infração ocorrer nas imediações da área do goleiro. Pode ser executado sem esperar a autorização do árbitro e a formação da barreira. Porém, se o árbitro apitar, o arremesso deverá ser executado dentro do tempo de três segundos.
Durante a execução do tiro livre, nenhum jogador da equipe que está de posse da bola poderá ficar entre a linha de gol e a linha de tiro livre. Além disso, ao jogador atacante não é permitido atirar a bola contra a barreira. O jogador poderá arremessar ao gol, por cima ou pelo lado da barreira, desde que não ameace a integridade física do adversário. Essas infrações são punidas com tiro livre.
O tiro livre é aplicado quando o jogador:
– Toca a bola com os pés; Entra e sai irregularmente do campo; Maneja a bola irregularmente; Comete infração nas imediações da área de gol; Agarra, empurra ou segura o adversário; Dá mais de três passos com a bola na mão; Atira-se sobre a bola que está rolando; Soca a bola para tirá-la do adversário. As infrações cometidas pelo goleiro também são punidas com tiro livre.
Quando as infrações não são cometidas nas imediações da área do goleiro, o tiro livre é cobrado do local exato onde ocorreu a infração.
TIRO DE META
O tiro de meta deve ser executado de dentro da área do goleiro e durante o arremesso o goleiro se quiser, pode tirar o pé de apoio do chão. Ao cobrar o tiro de meta, o goleiro pode aproveitar-se da distração do goleiro da outra equipe e arremessar direto à baliza adversária, marcando um gol.
O gol será válido, pois se pode obter um gol diretamente e em conseqüência de um tiro de meta, de um tiro de lateral ou de um tiro de saída. Quando um arremesso é desviado por um jogador adversário (exceto pelo goleiro) para a linha de fundo, o árbitro marca tiro de lateral.
TIRO DE SETE METROS
Quando o jogador se conduz irregularmente, agarra o adversário para impedir clara oportunidade de marcar gol, é aplicada a penalidade do tiro de sete metros.
Mas preste atenção:
– O tiro de sete metros deverá ser executado pelo jogador em até três segundos após o apito, Após o apito do árbitro, o jogador não poderá bater a bola no chão. Se o fizer, o tiro será considerado cobrado, Na cobrança do tiro de sete metros o jogador não poderá tirar o pé de apoio do chão; neste caso, será o pé que estiver na frente. No entanto, é permitida a queda do corpo à frente, Se o jogador que cobrar o tiro de sete metros infringir qualquer uma das regras acima, a execução será invalidada e será cobrado um tiro livre contra a equipe do infrator, Na execução do tiro de sete metros, o goleiro pode movimentar-se livremente e avançar até 4 metros de distância da linha de gol. Se na execução do tiro de sete metros o arremessador não marcar o gol, devido à irregularidade da posição do goleiro, o tiro será repetido, Os jogadores da equipe adversária não poderão ultrapassar a linha de nove metros até que o tiro de sete metros seja cobrado. Se isto acontecer, haverá repetição da cobrança do tiro de sete metros.
SUBSTITUIÇÕES
O jogador reserva deve entrar na quadra pela zona de substituição. Ele pode entrar sem avisar a mesa de controle, desde que o jogador a ser substituído já tenha abandonado a quadra.
ADVERTÊNCIA
Quando um jogador comete falta violenta sobre o adversário, toma atitude anti-regulamentar ou anti-desportiva, é punido com uma advertência.
EXCLUSÃO
Uma exclusão deve ser dada nos seguintes casos:
  • Substituição irregular ou entrada anti-regulamentar na quadra de jogo;
  • Repetidas infrações no comportamento para com o adversário, sancionadas progressivamente;
  • Conduta anti-desportiva repetida por parte de um jogador, na quadra de jogo.
EXPULSÃO
A expulsão será dada em casos de agressão dentro ou fora da quadra. Considera-se motivo de expulsão uma agressão física cometida contra um jogador, árbitro, secretário, demais oficiais ou espectador.
DESQUALIFICAÇÃO
A desqualificação será dada nos seguintes casos:

  • Depois da terceira exclusão de um mesmo jogador;
  • Conduta anti-desportiva grave, seja por parte de um jogador seja por parte de um oficial.
loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *