O SEDENTARISMO E SUAS CONSEQUÊNCIAS

      Nenhum comentário em O SEDENTARISMO E SUAS CONSEQUÊNCIAS

O SEDENTARISMO

O sedentarismo e suas consequências

Sedentarismo é definido como a falta, ausência e/ou diminuição de atividades físicas ou esportivas. Considerada como a doença do século, está associada ao comportamento cotidiano decorrente dos confortos da vida moderna proporcionado pela tecnologia. Pessoas que tem um gasto calórico reduzido semanalmente pela ausência da prática esportiva são consideradas sedentárias ou com hábitos sedentários.

loading...

CONSEQUÊNCIAS DO SEDENTARISMO

Uma vida sedentária é caracterizada pela ausência de atividades físicas podendo provocar um processo de regressão funções do organismo, perda de flexibilidade articular além de comprometer o funcionamento de vários órgãos posteriormente distinguindo-se um fenômeno associado à hipotrofia de fibras musculares, além de ser a principal causa do aumento da ocorrência de várias doenças, como a Hipertensão arterial (pressão alta), diabetes tipo 2, obesidade, aumento do colesterol e infarto do miocárdio. A vida sedentária pode também ser causa direta ou indiretamente de morte súbita.

HIPERTROFIA E HIPOTROFIA MUSCULAR

 

Hipertrofia muscular é o aumento do volume das células musculares, normalmente associada ao treinamento esportivo ou musculação.

Hipotrofia muscular é o contrário da hipertrofia, ou seja, é a diminuição do volume das células musculares, associada ao sedentarismo.

DIABETES TIPO 2

O diabetes tipo 2 é uma doença crônica que afeta a forma como o corpo metaboliza/transforma a glicose/açúcar, principal fonte de energia do corpo. A pessoa com diabetes tipo 2 pode ter uma resistência aos efeitos da insulina – hormônio que regula a entrada de açúcar nas células – ou não produz insulina suficiente para manter um nível de glicose/açúcar no sangue normal. Quando não tratada, a diabetes tipo 2 pode ser fatal.

A atividade física é essencial no tratamento do diabetes tipo 2, pois ela ajuda a manter os níveis de açúcar no sangue controlados e no emagrecimento. A prática de exercícios deve ser realizada de três a cinco vezes na semana.

loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *